Magno Malta vai participar da CPI da CBF para resgatar a credibilidade do futebol brasileiro

Ligado .

Com 53 assinaturas, inclusive do senador Magno Malta (PR-ES), mais da metade da composição do Senado, o requerimento de criação da CPI foi lido nesta quinta-feira no Plenário. “Estou ao lado do Romário para abrir a caixa preta da CBF”, disse Magno Malta, indicado do bloco das lideranças para integrar a CPI.

“Este é o momento oportuno para fazermos uma devassa na CBF”, afirmou o senador Romário (PSB-RJ) ao saudar a criação da comissão parlamentar de inquérito que vai investigar a Confederação Brasileira do Futebol (CBF). O pedido de criação da CPI já foi lido em Plenário. Agora, os líderes indicarão os nomes dos componentes da comissão, mas o nome do senador Magno Malta já é certo.

Magno Malta vota pelo fim do fator previdenciário e lamenta mais uma derrota dos trabalhadores

Ligado .

Mesmo sendo voto vencido, senador Magno Malta (PR-ES) votou contra para fazer justiça a milhares de homens e mulheres que construíram este País que quando aposentam não tem dinheiro para comprar remédio e viver com dignidade. “A presidente nem aqui no Brasil está para corrigir esta crueldade com nossos idosos”, lamentou Magno Malta.

Senado aprovou nesta quarta-feira (27) a MP 664, que dificulta o acesso ao benefício da pensão por morte e dá uma alternativa que pode permitir se aposentar mais cedo. A mudança já havia sido aprovada na Câmara duas semanas atrás e agora segue para sanção da presidente Dilma Rousseff. A votação foi de 50 votos a 18. A medida provisória foi editada pelo governo como parte de um conjunto de propostas para viabilizar o ajuste fiscal (corte nos gastos públicos. “Votei contra a orientação do meu partido pois é a forma de pedir perdão aos nossos aposentados”.

Magno Malta participa de debates na Marcha dos Prefeitos em Brasília

Ligado .

Senadores reuniram com prefeitos das principais cidades brasileiras na manhã desta quarta-feira (27), segundo dia da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Os prefeitos apresentaram suas principais reivindicações ao Poder Legislativo. "Infelizmente, os prefeitos marcharam até o Distrito Federal, mas a Dilma foi para o México, disse Magno Malta.
 
Magno Malta disse que "não haverá crescimento sem que estados e municípios sejam fortalecidos. O verdadeiro ajuste econômico passa pelo fortalecimento desses entes federativos. Nessa hora não tem partido. Aqui, os estados e municípios são prioridades. O encontro com os prefeitos tem que ser traduzido em ações práticas no Plenário do Senado", defendeu Magno Malta

Magno Malta declara voto a favor dos aposentados, trabalhadores e contra Dilma

Ligado .

Senador Magno Malta (PR-ES) em plenário do Congresso Nacional, garantiu que não vota a favor das medidas do Governo Federal que venham prejudicar os aposentados que deram anos de trabalho para este país e os atuais trabalhadores já sacrificados pela crise econômica. Magno, aproveitou e mais uma vez pediu ao ex-presidente Lula que tenha respeito com o povo cristão. Segue o pronunciamento que marcou a sessão desta terça­-feira.
 
 
Assessoria de Imprensa

 

Líderes evangélicos criticam ironia de Lula

Ligado .

Em evento para sindicalistas, petista disse que evangélicos culpam o diabo por tudo

O deputado estadual Marcos Mansur (PSDB) e o senador Magno Malta (PR) – ambos evangélicos – partiram para o ataque contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva(PT). Na última quarta-feira, em um evento em São Paulo, diante de uma plateia de sindicalistas, o petista disse, em tom de ironia, que“pastores gostam de responsabilizar o diabo pelas coisas ruins”. A declaração foi mal recebida.

Ontem, ao subir à tribuna da Assembleia Legislativa, Mansur exibiu um vídeo divulgado no último fim de semana pelo também pastor Silas Malafaia, com fortes críticas a Lula. “O mensalão não foi o diabo não, foi o PT. A roubalheira escandalosa da Petrobras não é o diabo não, é o teu partido, é o PT”, diz Malafaia na gravação.

Leia reportagem completa em PDF.

No dia Nacional da Adoção, Magno Malta quer mudança na lei para fortalecimento das famílias

Ligado .

Para marcar 25 de maio, Dia Nacional da Adoção, Senador Magno Malta (PR/ES) quer acabar coma] a lista de espera e acha que sentimento dos pais deve prevalecer, independente da cor, beleza física e até mesmo sendo ou não portador de alguma doença. “É a única oportunidade que o homem tem de dar à luz”, lembrou Magno.

Magno Malta, em entrevista, lembrou que, “segundo o Cadastro Nacional de Adoção, criado pelo governo há 5 anos, aproximadamente 50 mil crianças e adolescentes vivem em abrigos em todo o País. Cerca de 5 mil deles, apenas, estão aptos à adoção e aguardam seu destino, que é decidido pelas Varas da Infância, Juventude e do Idoso espalhadas pelos municípios. O quadro de mais de 40 mil casais na fila de espera de adoção seria um grande alento, não fosse o perfil exigido pelas famílias para as crianças a serem adotadas. Adoção tem que ser feita pelo sentimento”.

Magno Malta responde e critica Lula pelo deboche aos líderes religiosos

Ligado .

Os deboches do ex-presidente Lula sobre os pastores evangélicos  repercutiram de forma muito negativa entre os líderes evangélicos. “Sabe o que é do diabo? Os vícios. Sujeito é alcoólatra, desgraça a vida, vive bêbado… É do diabo. Você entende disso?”, questionou Magno Malta (PR/ES)
 
Durante uma palestra a sindicalistas, Lula fez piada com os pastores evangélicos enquanto sugeria um tema aos presentes no evento. Disse que a estratégia para explicar situações de contratempos é ter um inimigo a quem culpar. “não conseguiu comprar um carro, coloca a culpa no diabo, perdeu o emprego fala que foi o diabo”, zombou ex-presidente.

Magno Malta é aplaudido na sessão em Homenagem à data nacional da criação do Estado de Israel

Ligado .

Magno Malta revelou que é um momento importante que regozija o coração do povo cristão. “Eu morei lá, estudei através de uma bolsa, mas para minha alegria, todos os dias, às 9 horas da manhã cantava em frente ao túmulo de Jesus”, revelou Magno Malta.

Para o senador Magno Malta (PR-ES) “é o momento importante para fazer reflexão sob o prisma espiritual da vida desta nação. O Brasil vive um momento caótico, marcado pela corrupção, porque nossos governantes atuais amam os inimigos de Israel”. Explicou o senador do Espírito Santo, sob aplausos.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS