Magno Malta é recebido com festa na Paraíba e fala da luta contra violência

Ligado .

Senador Magno Malta (PR/ES) chegou a João Pessoa, capital da Paraíba, a cidade mais iluminada das Américas, para audiência pública na Câmara dos Vereadores e também foi homenageado com o título de cidadão honorário. “Venho para mostrar a falência da segurança pública no País e apresentar propostas que visam eliminar a impunidade e reduzir a crescente violência”, prometeu Malta.
 
“O Brasil precisa criar o Ministério da Segurança Pública e priorizar esta pauta que tira o sono do brasileiro e vem tomando proporções gigantescas sem qualquer ação positiva do governo federal. A impunidade aumenta a onda de crimes e devemos frear este caos”, disse Magno Malta para uma grande plateia em João Pessoa.

Lembrando que 18 de maio, em virtude do brutal assassinado da menina Araceli Cabrera Crespo, no Espírito Santo, foi eternizado Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, Magno Malta afirmou que a pedofilia e todo tipo de abuso contra crianças precisam serem combatidos com mão de ferro. “Presidi a CPI da Pedofilia, a mais importante do Congresso Nacional, cujas ações atravessaram fronteiras internacionais, mas infelizmente, muitos pedófilos ainda estão aproveitando da impunidade e agindo com sutileza. Desejo cadeia eterna para estes criminosos que matam a alma de inocentes”, emocionou Magno, cujo assassinato de Araceli também teve envolvimento de drogas.

Senador Magno Malta criticou duramente o movimento no Congresso Nacional para legalização do uso e consumo da maconha no Brasil. “Nosso País, de grandes fronteiras abertas, vai virar um inferno com mais esta facilidade para os narcotraficantes. Trata-se de uma grande ameaça para a família da nossa nação e quero apoio de todos para combater esta atitude insana”, disse o senador.

Magno Malta também relatou com detalhes do seu projeto de redução da maioridade Penal. “Em primeiro lugar, é preciso pensar em novos meios, culturas e ambientes para recuperar jovens que cometem crimes considerados hediondos. Hoje, os verdadeiros esgotos humanos, onde são jogados as crianças e jovens, são verdadeiras escolas de criminosos. Mas também não concordo com o atual modelo de impunidade e defendo que qualquer cidadão, independente da idade, que cometa crime hediondo, tenha que responder como qualquer criminoso”, esclareceu Malta, bastante aplaudido.

Para Magno Malta é preciso alterar a Constituição Brasileira e estabelecer no Brasil prisão perpétua para pedófilos, narcotraficantes e corruptos. “Estamos iniciando mais uma CPI, desta vez para apurar a corrupção na maior estatal brasileira. Pela denúncia, roubaram milhões da Petrobras, recurso para o desenvolvimento social da nação, assim, estes corruptos não merecem liberdade. O mesmo deve acontecer com quem abusa de crianças. Por princípios sou contra pena de morte, mas defendo prisão perpétua para crimes hediondos”, afirmou Magno, sempre muito aplaudido pela grande plateia que lotou a Câmara dos Vereadores de João Pessoa.

Senador Magno Malta também elogiou a beleza da capital da Paraíba que guarda imponentes construções barrocas datadas do século 16. “Estou feliz por mais uma vez voltar a esta cidade histórica e bonita, mas que merece mais atenção das autoridades federais”.

Muito assediado pela imprensa, Magno Malta concedeu diversas entrevistas e detalhou sua proposta como pré-candidato à Presidência da República. “Estou sensibilizando meu partido para lançar uma chapa própria e coloquei meu nome à disposição, pois tenho coragem, determinação e força para enfrentar o maior problema do País que é a insegurança que tira o sono da família Brasileira”, finalizou Magno.

Assessoria de Imprensa

Magno Malta pede prisão perpétua no Brasil para pedófilos e traficantes

Ligado .

Em pronunciamento no plenário, senador Magno Malta (PR/ES) reconheceu a pressão positiva da TV Globo para prisão do prefeito de Coari, no Amazonas, Adail Pinheiro, acusado pela CPI da Pedofilia, de chefiar quadrilha de abusadores de crianças
 
Com contundência, senador Magno Malta, no Congresso Nacional, registrou em pronunciamento a prisão do prefeito pedófilo, Adail Pinheiro e ao mesmo tempo clamou por prisão perpétua, mesmo sendo uma cláusula pétrea da Constituição Brasileira. “Abusadores de crianças, pedófilos e narcotraficantes não podem gozar de liberdade, é preciso trancafiá-los na cadeia durante toda vida”, falou com total veemência, Magno Malta.

Denúncias contra Adail Pinheiro comovem o Brasil e deixam justiça do Amazonas em crise

Ligado .

Tribunal de Justiça do Amazonas ainda não respondeu se há um processo de pedofilia contra Adail Pinheiro tramitando.  Processo sumiu misteriosamente.  Senador Magno Malta (PR/ES) entregou  relatório  da CPI da Pedofilia com dezenas de provas, gravações e  depoimentos de vítimas e testemunhas ao Ministério Público que desapareceu nas gavetas empoeiradas de protetores de abusadores de crianças

O Fantástico desse domingo (26)  mostrou com exclusividade mais denúncias contra o prefeito de Coari, no Amazonas, Adail Pinheiro, acusado de comandar uma rede de exploração sexual de menores. A maioria das provas é oriunda da CPI da Pedofilia, presidida pelo senador Magno Malta, que colocou sua assessoria à disposição da Rede Globo para esclarecer os diversos pontos ocultos que permitem a impunidade da quadrilha.

Prefeito diz que vítimas estão mentindo, mas Magno Malta contesta pedófilo reincidente

Ligado .

Adail Pinheiro, prefeito do município de Coari, responde a 70 processos na Justiça do Amazonas e já foi investigado pela Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo senador Magno Malta (PR/ES) contestou as novas acusações do programa Fantástico e classificou como mentirosas as denúncias feitas pelas vítimas de  abusos sexuais cometidos por um grupo de pedófilos que seria liderado por ele. “Adail é um criminoso de alta periculosidade, totalmente nocivo e que nunca devia ter saído da cadeia”, afirmou Magno Malta

Na reportagem do Fantástico, senador Magno Malta aparece repreendendo o prefeito Adail e clama por justiça pedindo a prisão pelos abusos sexuais cometidos contra crianças. Mas o prefeito criminoso não se intimidou com as novas denúncias, inclusive mais graves, foram reveladas pela imprensa nacional. “É triste a omissão de autoridades e o pior é proteger um animal que assassinou a alma e dezenas de crianças e trazendo tristeza para muitas famílias. Adail está brincando com Deus e com a justiça dos homens”, acentuou Malta.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS