Magno Malta, em encontro marcado por emoção, relembra histórias de uma bonita amizade com o pastor Eli Fernandes

Ligado .

Após longo ministério de quase 32 anos à frente da Igreja Batista da Liberdade em São Paulo, totalizando assim 37 anos de pastorado em apenas duas igrejas (os primeiros cinco anos e meio foram à frente da Igreja Batista Imperial, Recife, PE), onde começou um laço de respeito, carinho e uma verdadeira amizade com o então estudante Magno Malta. “Estou feliz em abraçar, voltar ao tempo e almoçar com o pastor e sua esposa Mônica. Lembro-me da minha juventude, dos tempos de escola, mas no pastor Eli, vejo que o mais importante, a essência de um servo de D eus continua mais intensa.

Magno Malta recebe importantes lideranças para debater a violência contra as mulheres

Ligado .

Em audiência no gabinete do  Senador Magno Malta, nesta quarta-feira, a Ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Fátima Pelaes, Delegada Cristiana Bento,  titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), do Rio de Janeiro, Lenise Garcia, Doutora em Microbiologia, Professora do departamento de biologia celular da UNB, presidente do Movimento Nacional da Cidade pela Vida, Rose Santiago, representante do Centro de Restauração para a vida, em São Paulo, e a palestrante da International Pro-Life Speaker, Attorney, Rebecca Kiessling, debatendo sobre a vida, o aborto, estupro e toda violência contra as mulheres. “Temos que fortalecer medidas de proteção às vítimas de estupro no Brasil”, alertou o senador Magno Malta.

Rebecca Kiessling, representante da International Pro-Life Speaker, revelou a realidade das vítimas de estupros e as transformações sociais nos EUA. A Delegada Cristiana Bento,  titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima, que ganhou projeção ao prender os jovens que cometeram estupro coletivo contra uma adolescente, também falou da realidade brasileira.

Magno quer unidades do Programa Minha Casa, Minha Vida para servidores da segurança pública

Ligado .

Senador Magno Malta apresentou projeto de lei que Os empreendimentos habitacionais produzidos com recursos do programa Minha Casa, Minha vida, deverão destinar 10% das unidades produzidas para atender, preferencialmente, servidores militares da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, e servidores da Polícia Civil, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Ferroviária Federal. “Com salários baixos, correndo risco de vida e sem imóveis próprios, os policiais merecem esta cota, que refletirá na qualidade de vida e dos serviços prestados pelos órgãos de segurança”, explicou Magno Malta

O Projeto de Lei apresentado pelo senador Magno Malta repercutiu em todo o país. A Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar do Rio de Janeiro, em nota, assinada pela diretoria, manifestou apoio a iniciativa. “Hoje, no Rio de Janeiro, tem policiais civis e militares morando em favelas, lado a lado com os bandidos, correndo sérios risco”, disse Natanael Peres, diretor da entidade.

1 milhão de seguidores na Fan page @MagnoMalta Político

Ligado .

É a página política do facebook mais visitadas no ES e com abrangência nacional chegando a marca de mais de 1 milhão de seguidores. Segundo o senador Magno Malta, “é uma ferramenta de transparência da minha, da nossa luta e quero demostrar minha gratidão a este exército do bem que luta por um pais melhor. Vamos em frente, você faz parte desta marca. 1 milhão de vozes afinadas, de braços fortes e de cabeças pensantes vislumbrando um futuro melhor para o Brasil.

As diversas bandeiras de luta do senador, destacando a defesa da família, contra a pedofilia, violência doméstica, aborto e legalização das drogas, ou seja, a vida em primeiro lugar, projetaram o senador a um público fiel de valores cristã. Mas no processo de afastamento da presidente Dilma, com os mesmos valores, mas pelas redes sociais, o senador Malta ganhou grande expressão espontânea. Ao ultrapassar a casa de 1 milhão de seguidores, ele aproveita para reconhecer que não agrada a todos, mas tem usado a internet para elevar os de bates e promover a democracia.

Senador Magno Malta quer classificar estelionato eleitoral como crime hediondo

Ligado .

Senador Magno Malta protocolou esta semana, Projeto de Lei que visa punir severamente as difamações, mentiras e contabilidade fraudulentas em campanha eleitoral e incluir o referido delito no rol dos crimes hediondos. “O marqueteiro João Santana, que está preso, acusado de receber pelo caixa dois, na campanha da presidente Dilma Rousseff enganou os eleitores com propostas falsas e apresentou um quadro nacional inverídico, criando o chamado estelionato eleitoral”, explicou Magno Malta.

O Projeto de Lei de autoria do Magno Malta altera o parágrafo único da Lei 8.072, considerando hediondo recebimento, manutenção, utilização, contabilização ou movimentação de recursos ou valores para pagamento de gastos eleitorais paralelamente à conta bancária aberta especificamente para registrar o movimento financeiro da campanha e toda difamação durante o processo eleitoral. “A operação “Lava Jato”, por meio da investigação levada a efeito pela Polícia Federal e com base em diversos depoimentos realizados em delação premiada, vem revelando um grande esquema de pagam ento de campanhas eleitorais com recursos advindos de grandes empresas e não registrados perante a justiça eleitoral, o chamado “caixa dois” eleitoral”, justificou o senador.

Magno Malta critica Dilma por não reconhecer erros e dizer-se 'vítima de tramoia'

Ligado .

O senador Magno Malta (PR-ES) lamentou em Plenário, nesta quinta-feira (7), que o depoimento por escrito enviado pela presidente afastada Dilma Rousseff à Comissão Especial de Impeachment não contenha o reconhecimento de nenhum erro à frente do Poder Executivo. O parlamentar criticou Dilma por manter, no documento, a versão de que é "vítima de um golpe", "vítima de uma tramoia", sem qualquer autocrítica.

Magno Malta quer prisão perpétua para pedófilos e cita drama da pastora Bianca Toledo

Ligado .

Senador Magno Malta, em plenário, relatou o drama da pastora Bianca Toledo, que teve o filho de cinco anos, abusado pelo ex-marido, o pastor Felipe Heiderich, que já está preso na unidade de Bangu, no Rio de Janeiro, Lideranças religiosas, pela responsabilidade, pediram ao senador para expor as verdades com transparência para todo o Brasil. Magno Malta, que chamou Felipe, de falso pastor, que é réu confesso, inclusive assumiu o homossexualismo, explicou que o ex-marido da pastora Bianca tem que pagar pelos seus atos. O senador, que presidiu a CPI da Pedofilia, defende prisão perpétua para abusadores de crianças.

No Senado Federal, na tarde desta terça-feira, Magno Malta que fez uma verdadeira cruzada no Brasil contra a pedofilia, disse que após a CPI sua vida mudou e não consegue viver com pedófilos e os crimes de pedofilia. “É uma figura asquerosa, é uma sombra capaz de enganar a todos. Nesta minha grande cruzada eu prendi religiosos, padres e pastores. Mas faça a ressalva, não existe padre pedófilo e nem pastor pedófilo, o que existe é criminoso, bandido, que usou do sacerdócio para aproximar de crianças e abusar sex ualmente. Só quando um pedófilo é flagrado, ele é revelado. Assim descobre-se um passado de sofrimento, lágrimas e sangue”, explicou Malta.

Liberação de cassinos chega ao plenário do Senado Federal sob fortes resistências

Ligado .

Senador Magno Malta (PR-ES), que já presidiu a CPI dos Bingos, gravou vídeos iniciando uma campanha contra a proposta do governo federal de legalizar no País os jogos de azar. "A jogatina é uma indústria de lavagem de dinheiro que gera crimes e sofrimento. Não permitirei calado este mal para nossa nação", garantiu o parlamentar capixaba.

Afirmar que a legalização do jogo – cassinos – no Brasil é para favorecer a demanda de mercado de trabalho gerar emprego e desenvolvimento, com absoluta certeza, é um engodo. “Na verdade, o jogo é uma cilada que empobrece os incautos, enriquece os astutos e tem como objetivo maior lavar dinheiro de origem duvidosa, explicou Malta.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS