Lauriete Malta cria um pacto pela infância

Ligado .

A ex-deputada federal e atual presidente do PR Mulher, do Espírito Santo, em rede nacional, falou dos graves problemas que afetam a família brasileira. “Um pacto pela Infância no Brasil”, é a bandeira de Lauriete, esposa do senador Magno Malta.

Reflexão das heranças deixadas pelo PT

Ligado .

Pronunciamento do Senador Magno Malta, nesta noite de quarta-feira, traz reflexão das heranças deixadas pelo PT. Sobre as medidas provisórias, Magno também fez uma comparação com as manobras das esquerdas. “Não sou advogado de Temer”, frisou Magno que alertou para o grito de Diretas Já. Veja na íntegra o pronunciamento.

Fim do foro privilegiado

Ligado .

O fim do foro privilegiado é votado no Senado. Para o senador Magno Malta, todos são iguais e todos têm que responder perante a lei. “O fim do foro privilegiado demorou tanto que devemos é pedir desculpas ao Brasil”, disse Magno Malta. Confira o vídeo gravado no início da noite de desta quarta-feira.

Magno Malta participa da 10° edição da Marcha pela Vida contra legalização do Aborto e das Drogas

Ligado .

O objetivo, segundo o senador Magno Malta, é chamar a atenção da população e do Supremo Tribunal Federal, onde tramitam ações a favor da legalização do aborto e da maconha. “O Brasil é majoritariamente cristão e não podemos permitir que meia dúzia de homens possam tomar decisão tão importante que vai refletir diretamente nas famílias brasileiras” disse Magno para uma grande multidão que tomou a Esplanada, em Brasília, nesta tarde de terça-feira.

O Grande Ato da Marcha é contra a Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, que propõe a descriminalização da prática em qualquer circunstância, desde que a gestação não ultrapasse a 12ª semana. O grupo também é contrário a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5581 que pede a legalização do aborto nos casos em que a gestante for diagnosticada com zika. “Aborto é crime, seja como for, alertou Magno Malta.

Magno Malta: protestos não significam que o povo quer volta de Dilma ou do PT

Ligado .

O senador Magno Malta (PR-ES) afirmou que os manifestantes que estavam hoje nas ruas de Brasília rejeitam as reformas previdenciária e trabalhista propostas pelo governo, e ainda pedem a saída de Michel Temer da Presidência do país.

Malta destacou, porém, que isso não quer dizer que esse movimento veio pedir a volta do Partido dos Trabalhadores ou de Dilma Rousseff.

Magno Malta fala da manifestação em Brasília

Ligado .

Senador Magno Malta, em plenário, revelou os verdadeiros motivos da manifestação que parou Brasília, nesta quarta-feira, com cenas fortes de violência. Magno separou os manifestantes que querem um país melhor e pedem a saída de Temer, dos baderneiros que depredaram patrimônio público, patrocinados pelos sindicatos querendo a volta do PT. Para o senador, a população quer esclarecer o motivo da impunidade dos empresários proprietários da JBS que cometeram crime de lesa-pátria, roubaram do povo brasileiro e estão bem nos EUA. “Infelizmente esta sessão era para debater o foro privilegiado”, disse Magno Malta. Confira na íntegra o pronunciamento de hoje do senador Magno Malta.

Projeto de Magno Malta que preserva o sábado para religiosos é aprovado na Comissão de Cultura

Ligado .

Comissão aprovou nesta terça-feira, dia alternativo de prova de concurso para atender motivação religiosa. O parecer favorável ao projeto, de autoria do senador Magno Malta (PR-ES), foi elaborado pelo senador Pedro Chaves (PSC-MS). A matéria será votada, agora, pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). Malta assegurou que a ação afirmativa contida no projeto não configura privilégio, mas estimula a igualdade de oportunidades a todos os cidadãos.

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou o substitutivo de projeto de lei do Senado que possibilita a realização de concurso público em dia alternativo ao agendado pelos organizadores para atender a motivo de crença religiosa dos candidatos.

Magno Malta quer donos da Friboi na cadeia I

Ligado .

Os irmãos metralhas, Joesley e Wesley Batista, proprietários da JBS-Friboi, que empalmaram dinheiro do BNDES, do povo brasileiro estão impunes, na mordomia e zombando da cara do contribuinte. Este foi o tom que o senador Magno Malta usou no vídeo gravado nesta noite de domingo, cobrando punição para quem deve. Aécio, Temer e os irmãos metralhas.Magno Malta, indignado, pede uma resposta urgente da justiça.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS