"Nem ousam me oferecer nada", diz Magno Malta

Ligado .

Enquanto seu partido marcha ao lado de Dilma e controla o rico ministério dos Transportes, o senador Magno Malta (PR) se considera única, mas "respeitada", voz dissonante dentro da sigla. E jura que ninguém do governo lhe soprou vantagens ao ouvido: "Ninguém nem ousou me oferecer nada. E não acho que dar de cargos surte efeito, porque o voto do impeachment será aberto, no microfone".  Para Magno, que não apoia "quem abandona o barco" (PMDB), o Brasil virou piada no mundo inteiro, razão pela qual deputados peti stas lhe confessam constrangimento de representar o governo país afora. "Como a pessoa que representa uma base eleitoral de trabalhadores, e chega de cabeça baixa nos eventos por ser do PT, vai defender isso, enquanto os filhos de Lula estão milionários?", questiona o senador. "E os mesmos petistas me respondem: 'Isso é que é difícil pra mim".

Fonte: Da Redação Multimídia - A Gazeta

Magno Malta agradece aos policiais federais pelo eficiente combate à corrupção no Brasil

Ligado .

Durante assembleia da Federação Nacional dos Policiais Federais, em Brasília, nesta quarta-feira, senador Magno Malta, relator da Proposta de Emenda à Constituição que institui o adicional de periculosidade dos policiais federais, ministrou palestra enaltecendo a coragem e determinação da categoria nas operações recentes contra a corrupção no país.

“Trata-se de um seleto grupo de servidores que expõe sua vida a risco em prol da segurança pública, fato que enseja a concessão de regime remuneratório específico, condizente com a natureza de suas atribuições”, justificou Magno Malta na PEC 58 de 2015.

Magno Malta participa do lançamento simbólico da proposta popular de combate à corrupção no país

Ligado .

Na tarde desta terça-feira, o Ministério Público Federal (MPF) fez a entrega simbólica à Procuradoria Geral da República, de 2. 028.263 assinaturas de apoio ao pacote das 10 medidas de combate à corrupção. A lista com medidas rígidas será levada ao Congresso Nacional para votação. “Eu vou votar a favor e estou nesta campanha para acabar com a impunidade no Brasil”, disse o senador Magno Malta, representando o Espírito Santo na solenidade.
 
O evento foi organizado pela Câmara de Combate à Corrupção do MPF, que atuou como depositária das assinaturas durante os oito meses de coleta, realizada por voluntários em todo o Brasil. Durante a cerimônia, as fichas de assinatura foram devolvidas de forma simbólica à sociedade civil, que levará as propostas ao Congresso Nacional. Senador Magno Malta entregou o pacote de assinaturas coletadas no Espírito Santo e destacou a importância da iniciativa para combater o crime do colarinho branco com mais rigor.

Brasil sem Azar

Ligado .

Brasil sem Azar. Entre nesta corrente com o senador Magno Malta para combater a legalização do jogo de azar no país.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS