Magno Malta já está em Brasília para cobrar consequências das manifestações

Ligado .

Senador Magno Malta (PR/ES) acompanhou de perto as manifestações, registrou várias arbitrariedades e ouviu o anseio popular. Agora, vamos para as consequências, o povo ordeiro espera uma resposta da classe política”, prometeu Malta.
 
Prisão de jovem em Belo Horizonte, em Fortaleza, exemplo de força da união, os paulistas, por iniciativa própria, tomaram às ruas, ameaças de mais manifestação em Brasília, multidão de justos indignados em Manaus, o carioca parou o Rio de Janeiro, no meu Espírito Santo, o jovem trabalha confiando em Deus, já perdeu a fé na Dilma e o dia 15 de março entra para história da consciência política do povo brasileiro. Neste domingo, meu coração pulsou forte pela coragem do meu povo", revelou Magno.

Magno Malta conclama famílias brasileiras para manifestação da indignação dos justos

Ligado .

Senador Magno Malta (PR/ES) apoia a histórica manifestação contra o atual governo de Dilma Rousseff (PT). “Vamos às ruas, com paz e respeito, mostrar a total indignação e também reivindicar mais lisura, moral, decência, transparência e que a Presidente não corte na carne do povo como vem fazendo para tentar corrigir os próprios erros”, justificou Magno Malta.

Durante a semana, em plenário, depois de votar não contra todos vetos da Presidente Dilma, que reajustou impostos dos trabalhadores, inclusive domésticos, senador Magno Malta mostrou-se indignado com as mentiras e falsas promessas do Governo Federal. “Qual Dilma eu devo-me dirigir, a de quatro meses atrás, ou atual que aumentou os juros, os impostos e estuprou a séria e importante Lei das Responsabilidades Fiscais?”, questionou Magno Malta.

Em total de indignação, Magno Malta também esclarece que a Petrobras nunca foi nossa. “O consumidor não suporta mais esta mentira. Pagamos pelo óleo mais caro da América, nossa gasolina também é uma das mais caras e a corrupção da Petrobras é do PT, não é nossa”, disse.

Magno Malta, indignado com mentiras da Dilma, apela para Governo não cortar na carne do povo

Ligado .

Em aparte, duro e firme, durante sessão em conjunto no Congresso Nacional, senador Magno Malta (PR/ES) citou as duas personalidades de Dilma Rousseff, uma antes das eleições e  atual, que mente, faz lambanças e deixou o País em uma crise profunda. “Falta humildade da presidente para reconhecer os erros e continua enganando o povo, mesmo depois de estuprar a Lei de Responsabilidade Fiscal, aumentado os juros e agora, novamente, os impostos”, lamentou Magno Malta.
        
“Só falta fazer chover para cima, pois já vi tudo. A presidente faz de conta que resolve e muita gente faz de conta que acredita. Dilma afirma que está cortando na carne por causa da crise que, ela mesma provocou, a crise é grande sim, mas ela está cortando é na carne do povo. Falta humildade em pedir perdão e corrigir o erro diminuir o número de Ministérios e acabar com a corrupção”, clamou Magno Malta.

Magno Malta apresenta projeto de lei que classifica trote estudantil crime hediondo

Ligado .

Senador Magno Malta (PR/ES) quer no Código Penal, tipificar o crime de trote estudantil e incluí-lo  no rol dos crimes hediondos se resultar em morte. “Já se foi o tempo em que o trote estudantil era uma prática aceitável. Antes, eram brincadeiras apreciadas até mesmo pelos calouros, a quem eram impostas as prendas a esse título. Houve, infelizmente, uma mudança no comportamento dos estudantes, que os levou a aplicar métodos vexatórios e até mesmo cruéis para os trotes”, justificou Malta.

Segundo, o senador do Espírito Santo, “Não se pode mais tolerar condutas dessa natureza. Já passou da hora de se punir, de modo exemplar, os responsáveis por essas brincadeiras de mau gosto. Nesse sentido, além de tipificar a conduta do trote estudantil, o projeto que apresentamos inclui o referido delito no rol dos crimes hediondos, quando causar a morte da vítima”, detalhou Magno Malta.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS