Nas ruas, pais acham que só um tapinha não dói

Ligado .

A GAZETA ouviu a opinião da população sobre a Lei da Palmada, aprovada no Senado

Aprovada na última quarta-feira, dia 4, pelo Senado, a Lei da Palmada tem gerado muita polêmica. A discussão sobre o assunto começou há quatro anos, quando o projeto iniciou a tramitação no Congresso.

A polêmica tem várias origens. Muitos pais têm dúvidas sobre os castigos que se encaixam na proibição prevista pela lei. Alguns acreditam que o governo irá interferir na educação de seus filhos. Outros, são até a favor da lei, mas defendem: um tapinha para educar não dói. A GAZETA foi às ruas para ouvir a opinião da população sobre a chamada palmadinha e sobre a lei, que aguarda aprovação da presidente Dilma Rousseff.

Lei da Palmada é aprovada no Congresso Nacional com duras críticas de Magno Malta

Ligado .

“De qual cabeça desocupada saiu esta ideia de permitir o Estado de intervir na educação familiar, como lei deste tipo pode fazer as pessoas mais felizes, já que existem leis que punem os abusos contra crianças? Agora, crianças vão até a delegacia mandar prender os pais...” Leu Magno Malta um texto de autoria do jornalista Ricardo Kostcho, assessor direto do ex-presidente Lula, que deixa claro que às famílias vem diminuindo o uso das palmadas, mas nem por isso a violência deixou de crescer

Projeto para desconto na conta de luz de produtor rural vai à Câmara

Ligado .

Sistemas de irrigação terão medição do consumo de energia separada das residências, facilitando o desconto que já existe Foto: Seder/Secom MTPelo texto, concessionárias de energia terão que instalar de graça relógios de dupla tarifação: um para a irrigação, outro para a residência

O Plenário aprovou ontem por unanimidade, em segundo turno, substitutivo ao projeto de decreto legislativo que facilita o acesso de produtores rurais ao desconto na conta de luz de sistemas de irrigação (PDS 787/2009). A proposta segue agora para votação na Câmara dos Deputados.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS