Cobrar antecipadamente pelo assento é um acinte

Ligado .

Senador Magno Malta, nesta quarta-feira, em aparte, pediu providências para exonerar os diretores das Agências Reguladoras, que se colocam acima da lei. Magno citou o caso das bagagens aéreas e da cobrança antecipada pelo assento. As empresas aéreas perderam o respeito pelo consumidor e pelas Agências Reguladoras. "É um acinte".

O feto e o ovo da tartaruga.

Ligado .

Trecho do pronunciamento firme do senador Magno Malta, no STF, na audiência pública sobre a legalização do aborto no Brasil. O feto é vida e aborto é crime.

Magno Malta quer incluir Direitos e Garantias constitucionais do cidadão no currículo escolar

Ligado .

Matéria sobre o Projeto de Lei do Senador Magno Malta, Protocolado nesta terça-feira, no Senado Federal, altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir, no rol dos temas transversais da educação básica, os dispositivos constitucionais relacionados aos direitos e garantias fundamentais. “O objetivo é fazer com que o jovem estude a Carta Magna para conhecer seus direitos, deveres e o mais elevado conceito de cidadania”, explicou Magno Malta.

Vídeo na íntegra de Magno Malta no STF

Ligado .


Representando a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família do Senado Federal, nessa segunda-feira, senador Magno Malta criticou o “ativismo judicial” do STF, dizendo que o Congresso Nacional “não está omisso” para que a Corte decida sobre a descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação.Durante 16 minutos de sua exposição, Magno Malta falou da ingerência do Poder Judiciário ao legislar e finalizou afirmando que banalizaram tanto a vida “se o aborto for descriminalizado, eu vou emendar a Lei 9.605, dos crimes ambientais, para que um feto tenha os mesmos direitos que um ovo de tartaruga”, encerrou sob aplausos. Veja na íntegra a participação do senador na audiência no STF.

Magno Malta denuncia a ditadura do STF cara a cara com a Ministra Rosa Weber

Ligado .

Senador da República Magno Malta, representante da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família, afirmou que a atuação do Supremo Tribunal Federal em casos julgados recentemente fere a divisão de Poderes instituídos na República. Para Malta, não é papel da Corte Suprema definir se a interrupção da gestação é crime ou não. “Nos últimos tempos temos assistido estarrecidos o ativismo judicial no país. Virou regra. O Supremo tem que cumprir apenas o seu papel de guardião da Constituição. Esse debate que aqui se dá é de parlamento”, disse.

A vida humana e os ovos das tartarugas.

Ligado .

No Supremo Tribunal Federal, durante a audiência pública para debater a descriminalização do aborto, senador Magno Malta acentuou que a vida humana está banalizada e fez uma analogia com a Lei que protege os ovos das tartarugas. Esta também foi a resposta que o senador deu ao repórter, quando indagado sobre o que tinha afirmado na audiência.

Ditadura do Supremo Tribunal Federal

Ligado .

Cara a cara. Senador Magno Malta vai ao Supremo Tribunal Federal e denuncia a ditadura do STF. Após participar da audiência pública que debate a descriminalização do aborto no Brasil, Magno Malta conversou com a imprensa e falou da ingerência do Poder Judiciário ao querer legislar. Confira o trecho da entrevista do senador para CBN.

A linda festa da democracia

Ligado .

Congraçamento de idéias, uma festa de união de forças para elevar a esperança e a fé até o coração do povo, que ficou desiludido com tanta corrupção. Assim, neste domingo, senador Magno Malta, presidente estadual do Partido da República quis uma convenção partidária feliz e bonita. Ao lado da esposa Lauriete, ele explicou o motivo do bom gosto na realização do evento.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS