Magno Malta afirma que o Brasil não é Venezuela e defende investigação da justiça visando Lula

Ligado .

Em pronunciamento nesta terça-feira, senador Magno Malta, mais uma vez elogiou o Ministério Público e a Polícia Federal pela condução da Operação Lava-Jato que envolveu a condução coercitiva do ex-presidente Lula na semana passada. Ele condenou as críticas ao juiz Sérgio Moro e afirmou que a democracia está consolidada no país e as instituições funcionam. “Aqui não é a Venezuela onde o presidente manda e desmanda.  O ex-presidente não está acima do bem e do mal” afirmou.

Para Magno Malta, o juiz Moro age com muita lisura. Ele lembrou que a operação não começou para investigar o ex-presidente, mas o esquema de corrupção na Petrobras, que acabou chegando até Lula. “Com certeza com tantas delações tem mais coisa podre para aparecer”.

Recurso no Tribunal de Justiça pode mandar padres de Arapiraca à prisão

Ligado .

Religiosos da cidade do Agreste são alvos de ações na Justiça no caso de pedofilia

A polêmica que envolve o caso dos padres condenados por crimes de pedofilia na Igreja Católica, em Arapiraca, ganha um novo capítulo com um recurso jurídico que pode levar os ex-sacerdotes de volta à prisão.

O Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJ/AL) está analisando um pedido formulado pela Defensoria Pública do Estado de Alagoas que pede a reclusão em regime fechado do ex-padre Edílson Duarte e ex-monsenhor Luís Marques Barbosa.

Parlamentares evangélicos formam coalizão na América Latina

Ligado .

Bancada cristã de diversos países se reunem em Montividéu, no Uruguai. Na mesa, debates sobre defesa da família, da vida e combate à legalização do uso de maconha

A formação de uma legislação latinoamericana com princípios e inspirações semelhantes vem se tornando uma possibilidade cada vez mais real. Um exemplo pode ser visto na formação dos representantes religiosos. Que o diga a bancada evangélica brasileira, que tem afinado seu discurso com correntes de parlamentares cristãos mais proeminentes da Argentina, Uruguai e Chile.

Magno Malta é homenageado com título de capelão da Polícia Militar de São Paulo

Ligado .

Capelão é um ministro religioso autorizado a prestar assistência e a realizar cultos em comunidades religiosas, conventos, colégios, universidades, hospitais, presídios, corporações militares e outras organizações ou corporações, e que geralmente é oficiado por um padre ou pastor. Magno Malta recebeu o diploma, no sábado, durante o Fórum Movimento Cristão de Conscientização Política, em Itanhaem, São Paulo, honraria concedida Pela Associação de Cabos e Soldados da polícia Militar

“Somente este ano, em São Paulo, já foram assassinados 26 policiais militares em serviço. Em menos de dois meses muitas baixas de heróis anônimos que por um salário injusto dão até a vida para protegerem a sociedade. Eu faço meu repúdio a esta violência e peço providências para as famílias destes homens que morreram lutando contra o crime”. Com estas palavras senador Magno Malta abriu o Fórum Cristão de Conscientização Política em São Paulo.

Carta de garotinha a marca de bebidas é um soco no estômago

Ligado .

O alcoolismo é um dos vícios mais subestimados pela sociedade. Há muito tempo a indústria cultural – e isso inclui a propaganda – estimula o consumo ao atrelar bebida alcoólica à diversão.

O que dificilmente se vê são os impactos que a dependência pode causar não só no indivíduo, mas em todos que estão em sua volta. Por trás da descontraída mesa de bar dos comerciais de cerveja e do elegante "gentleman" sempre vistos nas peças de whiskys, há homens e mulheres que perdem família, carreira e o pior, a personalidade.

Deputado diz que próteses mamárias foram desviadas de hospitais públicos

Ligado .

A CPI das Próteses ouviu na tarde desta quarta-feira (24) o deputado federal João Ferreira Neto (PR-RJ). Conhecido como Dr. João, ele foi vice-presidente da CPI que funcionou na Câmara dos Deputados com o mesmo objetivo: investigar irregularidades em tratamentos médicos com próteses e órteses.

Dr. João disse que apesar de as primeiras denúncias sobre a máfia das próteses terem surgido no Rio Grande do Sul, a maior parte das irregularidades foi encontrada no Rio de Janeiro. Segundo o deputado, entre os anos de 2012 e 2013, várias próteses vasculares foram retiradas de hospitais públicos do Rio de Janeiro sem comprovação de destino. No mesmo período, 98% das próteses mamárias saíram também sem essa documentação.

Magno Malta investiga próteses mamárias que foram desviadas de hospitais públicos

Ligado .


A CPI das Próteses ouviu o deputado federal João Ferreira Neto (PR-RJ). Conhecido como Dr. João, ele foi vice-presidente da CPI que funcionou na Câmara dos Deputados com o mesmo objetivo: investigar irregularidades em tratamentos médicos com próteses e órteses. “Dr. João revelou o que imaginávamos, até próteses mamárias foram desviadas de hospitais públicos para procedimentos estéticos”, disse Magno Malta, presidente da CPI no Senado.

“Enquanto muitas mulheres estão aguardando cirurgias de reconstrução mamária nos hospitais públicos, por causa de câncer, muitas próteses foram desviadas, principalmente para clínicas particulares de estéticas. Um crime hediondo, afirmou Malta.

Cristãos criam força-tarefa para combater ideologia de gênero nas escolas

Ligado .

Crianças de 6 a 10 anos de idade estão sendo ensinadas nas escolas sobre a ideologia de gênero. Trata-se de uma imposição do governo petista, que comprovadamente já está presente em livros didáticos distribuídos pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).

O senador Magno Malta (PR-ES), que é presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família e Apoio à Vida, está fazendo graves denúncias contra a tentativa do Partido dos Trabalhadores e seus aliados de impor sua agenda pró-gay.

Conhecido pela sua atuação abertamente contra o governo petista, o senador Malta tem se manifestado seguidamente contra a legalização do casamento homossexual, do aborto e das drogas. Ele foi ao plenário do Senado afirmar que vai até o Conselho Nacional de Justiça para questionar as ponderações do juiz que autorizou um menino de 9 anos a "mudar de gênero e de nome".

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS