Classificação etária pesou na reforma de ‘Babilônia’

Ligado .

             Novela Babilônia, da tv Globo

Ministério da Justiça questionou Globo sobre prostituição e sexo; confira o mapa da audiência

Nem só da necessidade de reverter a baixa audiência ou do resultado de pesquisas baseadas em grupos de discussão em São Paulo foram feitas as reformas de Babilônia, a novela das 9 da Globo. O Estado apurou que o Ministério da Justiça, por intermédio do Departamento de Classificação Indicativa, questionou a emissora no início da história, ainda em março, sobre a presença de prostituição, preconceito e sexo, justamente os focos que motivaram as maiores viradas de personagens da trama de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga. O MJ tem acompanhado a novela nesses últimos 60 dias e, satisfeito com os rumos tomados pela trama, deve publicar, esta semana, seu aval para a classificação etária do enredo em “não adequada para menores de 12 anos”.

Magno Malta participa nesta, quinta-feira, em São Paulo, da grande Marcha para Jesus

Ligado .

Com o tema "Exaltando o Rei dos reis", a 23ª edição da Marcha para Jesus acontece nas ruas da capital paulista nesta quinta-feira, 4 de junho, feriado nacional. Senador Magno Malta (PR-ES) e esposa, cantora Lauriete são convidados do organizador apóstolo Estevam Hernandes. “ É uma grande alegria participar desta manifestação pacífica, aberta ao público de todas igrejas, em nome da paz, contra a violência e por um mundo melhor”, esclareceu Magno Malta

A caminhada começa às 10 horas, na estação Luz do Metrô (região central). Os participantes serão conduzidos por 10 trios elétricos em direção à Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, próximo ao Campo de Marte (zona norte), onde acontecem os shows.

Para Magno Malta redução da maioridade penal de 18 para 16 anos é uma falácia

Ligado .

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pretende votar em plenário, até o fim deste mês, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos. A expectativa de Cunha é que a comissão especial que analisa o texto finalize o trabalho na semana do dia 10 de junho. ”Acho bom apenas o debate, principalmente porque o governo é radicalmente contra. Eu pessoalmente acho está proposta de pouco valor, não compartilho dela, defendo redução da maioridade penal sem limite de idade para crime de característica hedionda”, disse Magno Malta, em pronunciamento no plenário

 Senador Magno Malta (PR-ES) lembrou que em 2003 apresentou projeto de lei que reduzia de 18 para 13, mas depois de avaliar e estudar mais o assunto, inclusive ouvindo os dois lados, chegou a conclusão que reduzir de 18 para 16, 15, 14, ou 13 não faz diferença. Por isso, ele é autor do projeto de lei que reduz sem limite de idade em caso de crimes hediondos, mas a prioridade é a ressocialização dos menores infratores, que hoje é uma verdadeira falência. “A taxa de retorno de menores no atual sistema é muito alta, em alguns Estados é mais de 90%, os outros 10% são menores que morrem assassinados nos atuais Institutos. Eu tenho proposta para mudar este quadro”, explicou Magno Malta.

Magno Malta parabeniza Polícia Federal pela eficiente operação contra a Máfia das Próteses

Ligado .

Presidente da CPI da Máfia das Próteses no Senado Federal, Magno Malta (PR-ES) usou a tribuna nesta terça-feira, para elogiar a bem sucedida operação da Polícia Federal que terminou com prisões de vários médicos envolvidos na quadrilha das próteses. “Vamos acelerar o processo e quebrar o sigilo bancário, fiscal e telefônico de todos acusados”, prometeu senador Magno Malta.
 
A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (2), em quatro estados, uma operação para prender médicos, empresários e representantes comerciais suspeitos de participação em um suposto esquema que induzia pacientes a se submeterem a procedimentos cardiológicos desnecessários apenas para venderem próteses cardíacas e desviar recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). “Esta quadrilha faz cirurgias sem necessidade só para vender órteses. Vamos fundo para acabar com este crime cruel nos hospitais”, disse Magno.

Magno Malta na Marcha para Jesus faz duras críticas ao novo Código Penal

Ligado .

Com uma vistosa camisa da campanha contra a legalização da maconha, senador Magno (PR-ES) ao lado da esposa, cantora Lauriete, foi destaque na tradicional Marcha para Jesus, que pacificamente, parou o Rio de Janeiro, neste sábado.  “O projeto do Novo Código Penal é horroroso, é pior do que o atual. Queremos fazer um plebiscito para decidir sobre prisão perpétua para os crimes de corrupção, tráfico de drogas e pedofilia”, afirmou Magno, em entrevista para imprensa nacional.

Milhares de pessoas ocuparam a Avenida Presidente Vargas neste sábado na Marcha para Jesus, o maior evento evangélico do calendário da cidade. Dez carros de som percorreram a via até a Apoteose, embalados por shows de música religiosa, em gêneros que variavam do romântico ao samba. "Esta Marcha é tradicional e vem crescendo todo ano, principalmente, agregando os cantores com váraios estilos, mas letras voltadas para a espiritualidade", explicou Magno Malta.

Magno Malta e Lauriete participam neste sábado, no Rio de Janeiro, da tradicional Marcha para Jesus

Ligado .

Senador Magno Malta (PR-ES) e esposa, a cantora Lauriete, com mensagens contra a violência e fazendo alusão ao momento caótico que vive o País, mais uma vez, participam da Marcha para Jesus, edição 2015, com concentração na Central do Brasil e shows e debates no encerramento na Praça da Apoteose. “É muito importante, juntamente com minha esposa, atuar neste evento pacífico denunciando, inclusive os recentes assassinatos cometidos por menores cariocas, agora, usando facas, Vamos pedir paz e cantar com esperança de dias melhores, disse Magno Malta.

Senador Magno Malta, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família participa da Marcha para Jesus em vários Estados, erguendo a bandeira da justiça social, do combate a todos os tipos de violência, ao fim da impunidade e todas ameaças à vida. A concentração será às 15 horas, no Centro do Rio de Janeiro, milhares de pessoas seguirão pacificamente em oito trios elétricos, passando pela presidente Vargas e seguirão até o palco montado na Praça da Apoteose. “É um nobre movimento cristão que reúne pessoas de todas idades, segmentos sociais com único objetivo de preservar a união da família nos princípios éticos e morais de uma sociedade verdadeiramente estruturada”. Explicou Magno.

Magno Malta vai participar da CPI da CBF para resgatar a credibilidade do futebol brasileiro

Ligado .

Com 53 assinaturas, inclusive do senador Magno Malta (PR-ES), mais da metade da composição do Senado, o requerimento de criação da CPI foi lido nesta quinta-feira no Plenário. “Estou ao lado do Romário para abrir a caixa preta da CBF”, disse Magno Malta, indicado do bloco das lideranças para integrar a CPI.

“Este é o momento oportuno para fazermos uma devassa na CBF”, afirmou o senador Romário (PSB-RJ) ao saudar a criação da comissão parlamentar de inquérito que vai investigar a Confederação Brasileira do Futebol (CBF). O pedido de criação da CPI já foi lido em Plenário. Agora, os líderes indicarão os nomes dos componentes da comissão, mas o nome do senador Magno Malta já é certo.

Magno Malta vota pelo fim do fator previdenciário e lamenta mais uma derrota dos trabalhadores

Ligado .

Mesmo sendo voto vencido, senador Magno Malta (PR-ES) votou contra para fazer justiça a milhares de homens e mulheres que construíram este País que quando aposentam não tem dinheiro para comprar remédio e viver com dignidade. “A presidente nem aqui no Brasil está para corrigir esta crueldade com nossos idosos”, lamentou Magno Malta.

Senado aprovou nesta quarta-feira (27) a MP 664, que dificulta o acesso ao benefício da pensão por morte e dá uma alternativa que pode permitir se aposentar mais cedo. A mudança já havia sido aprovada na Câmara duas semanas atrás e agora segue para sanção da presidente Dilma Rousseff. A votação foi de 50 votos a 18. A medida provisória foi editada pelo governo como parte de um conjunto de propostas para viabilizar o ajuste fiscal (corte nos gastos públicos. “Votei contra a orientação do meu partido pois é a forma de pedir perdão aos nossos aposentados”.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS