Pré-sal

Magno Malta: “vazamento de petróleo em Campos é maior e números são mentirosos”

"A camiseta do senador já diz tudo"

Senador Magno Malta (PR/ES) contestou as informações da Chevron Brasil de que mancha não cresceu e  o vazamento continua sem controle até o poço ser lacrado definitivamente.

Usando a camiseta preta com o slogan: o petróleo é de todos, mas os royalties são nossos, Magno Malta foi o primeiro a falar na sessão desta quarta-feira. Ele abriu os trabalhos explicando que tinha prometi do lutar até o final em respeito ao povo do Espírito Santo pela violação ao texto da  Constituição Brasileira.  “O relatório do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) é uma brincadeira de mau gosto com os cariocas e capixabas e estuprou a Carta Magna”.

Em tom firme, Magno chamou os representantes do Rio Grande do Sul, Mato Grosso e o próprio senador Vital do Rêgo, da Paraíba, para juntarem em favor do Estado do Rio na despoluição da bacia de campos. “Querem a partilha dos royalties, estão venha também dividirem a responsabilidade dos estragos ambientais. Eu já venho fazendo esta previsão, mas fingem que não escutam, agora estamos com danos irreparáveis causada por um vazamento de óleo de uma empresa que mente com os números apresentados”. Falou Magno.

Mantendo a voz forte e alta, articulando com desenvoltura, Magno Malta continuou pedindo a participação da presidenta Dilma Rousseff nas negociações para evitar um prejuízo maior para os estados produtores. "Vou continuar bloqueando rodovias importantes, fazendo manifestações e questionando os nossos direitos. Espero uma resposta positiva da Presidenta, que tem meu voto de confiança", alertou Magno.

No plenário, Magno leu um documento informando que ressalta que 18 navios da Chevron e de outras empresas participam das tarefas de contenção e recolhimento do petróleo derramado. A companhia estima que o volume total do vazamento seja de mais de 800 barris. “São 18 navios, uma fortuna contratada para limpar a mancha. Então não é brincadeira. Estão anunciando lacrar o poço danificado. Mas a operação não é segura e o vazamento pode cont inuar nos próximos dias”, alertou Magno Malta.

A Constituição Federal determina que as  reservas naturais finitas precisam dos royalties para quando acontecer o esgotamento ter como ressarcir os prejuízos. “Clamo a população que continue lutando por esta causa até o fim. Eu prometi: http://www.youtube.com/watch?v=7er7ixgcDb0 e manterei minha coerência de campanha defendendo os interesses dos estados produtores.

Para finalizar, Magno Malta, em resposta ao senador Cristovam Buarque, explicou que “o dinheiro dos royalties também são usados na construção de novas escolas. “Este recurso tem sido a salvação dos prefeitos dos mais de 70 municípios capixabas. Muitos não teriam condições básicas sem este beneficio gerado pelo petróleo”.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS