Pré-sal

Magno Malta paralisa BR 101 norte em defesa dos royalties

“Vamos usar todos os instrumentos para garantir o eu foi Dado ao Estado por Deus”, finalizou Magno.

Bloqueio com pneus e fogo foi em Pedro Canário, ponto estratégico, próximo da  divisa da Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo

Com dezenas de placas reivindicando atenção da Presidenta Dilam Rousseff, a rodovia BR 101 norte, 270 quilômetros de Vitória e 17 quilômetros da fronteira com o Estado da Bahia, foi totalmente interditada durante 4 horas, pela Comissão de Mobilização em Defesa dos Royalties, liderada pelo senador Magno Malta (PR/ES). Uniformizados com camisetas pretas, com os dizeres, “Dilma, cumpra  acordo de Lula”, populares, homens, mulheres e lideranças fizeram o segundo bloqueio de estrada no Estado em uma semana.

Os caminhões lotados de pneus velhos e grandes chegaram ao amanhecer. Mas, só às 7 horas, o próprio senador Magno Malta liderou toda movimentação pedindo apoio dos moradores  da região.Uma grande nuvem negra de fumaça chamou atenção dos populares que na grande maioria apoiaram o protesto e aplaudiram os diversos discursos.

Para Luiz Firmino, enfermeiro do hospital de Pedro Canário, “o protesto serve para o caminhoneiro do Rio Grande do Sul sentir nossa indignação com os polítcos gaúchos que foram desonestos com o Espírto Santo”, desabafou o popular.

Senador Magno Malta pediu apoio a todos e disse “que vai continuar esticando a corda até o final. Anunciou também que vai fechar importantes rodovias em outros estados. “Ganhamos adesão popular, conquistamos simpatia do povo pela causa nobre justa, agora, só resta a Dilma abrir o coração para os estados produtores”. Enfatizou Malta em tom firme.

Questionado da amizade com à presidenta, Magno Malta foi taxativo. “Entre a Dilma e o capixaba, eu fico com o capixaba. Continuo amigo da Presidenta, mas não abro mão dos nossos direitos”, explicou Malta.

A população aglomerou próximo ao bloqueio,  muitos curiosos não sabiam nem o motivo da manifestação. A Polícia Rodoviária Federal  estava presente, mas não interferiu, Somente às 11h20m a rodovia foi liberada.

Senador Magno Malta impetrou ontem mandado de segurança no Supremo Tribunal para impedir a votação na Câmara Federal. “Vamos usar todos os instrumentos para garantir o eu foi Dado ao Estado por Deus”, finalizou Magno.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS