PL 122

Suspensão do kit gay não cancela ato público contra a PL 122 em Brasília


 
Mesmo sendo dia normal de trabalho, vamos colocar mais de 30 mil pessoas em frente ao Congresso Nacional”, informou Malafaia. 
Ônibus e até aviões já estão fretados trazendo delegações de várias cidades para manifestação contra união estável de casais do mesmo sexo 

“Vai ser um marco no debate público para a sociedade brasileira manifestar sobre a polêmica questão do Projeto de Lei 122, que traz em seu bojo uma série de privilégios para um segmento considerado minoria absoluta”. Com estas palavras, o senador Magno Malta, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa Permanente da Família Brasileira reforçou o convite para a participação popular na manifestação pacífica marcada para a próxima quarta feira, em frente ao Congresso Nacional em Brasília.
O recuo do Ministério da Educação na distribuição das cartilhas Escola Sem Homofobia não foi o suficiente para cancelar a manifestação que tem vários líderes na coordenação. É o caso do pastor Silas Malafaia que já motivou e convocou diversos setores religiosos.

Para o senador Magno Malta a Manifestação pacifica é irreversível mesmo com a vitória na luta contra o kita gay. “O enfrentamento em defesa da família brasileira continua. Estamos mobilizando forças de todos os setores. A Comissão dos Direitos Humanos do Senado já aprovou as audiências públicas e vamos atravessar a fronteira da religião para chegar ao coração da família brasileira. Todos os setores devem expressar com liberdade o que querem na mudança dos costumes. Católicos, espíritas, budistas, maçons e evangélicos, enfim todos os setores organizados da sociedade civil como OAB, Lions Club, Rotary, Ministério Público, Conselhos Tutelares, todos devem participar deste debate”, conclamou Magno Malta.

Segundo o pastor Silas Malafaia, “trata-se de uma manifestação com um verdadeiro ‘pacotão’ para esclarecer as famílias brasileiras da ameaça que representa o PLC 122/06. Não vamos aceitar mudança de comportamento imposta pela minoria. Não aceitaremos o cerceamento da liberdade de expressão, jamais iremos discriminar, mas nunca deixaremos de orientar que homossexualismo não é prática cristã. Mesmo sendo dia normal de trabalho, vamos colocar mais de 30 mil pessoas em frente ao Congresso Nacional”, informou Malafaia.

O Ato Público em Brasília começa na manhã da próxima quarta-feira com reunião de lideres e às 14 horas todas as comitivas estarão reunidas em frente ao Congresso. “Vem gente de todo o Brasil para falar em defesa da família brasileira, concluiu Magno Malta.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS