PL 122

Presidenta Dilma atende Frente em Defesa da Família e suspende kit gay

   
Dilma vai se reunir com os ministros da Educação, Fernando Haddad, e da Saúde, Alexandre Padilha, para tratar do material 
Após protestos do senador Magno Malta, a presidente Dilma Rousseff determinou a suspensão do material do Projeto Escola Sem Homofobia

Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa Permanente da Família Brasileira, senador Magno Malta foi informado nesta quarta-feira, pelo Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, que o vídeo com cenas de meninas e meninos homossexuais foi considerado inapropriado e não será mais distribuído pelo Ministério da Educação. “Tinha certeza que o Brasil não iria aceitar este tipo de comportamento. Quem educa filhos são os pais, governo não tem o direito de dizer como a família deve fazer”, comemorou Magno Malta.
A primeira e dura crítica feita pelo senador Magno Malta foi durante o show Um Dia Pela Vida, no centro histórico da Prainha, em Vila Velha, na segunda feira passada. Ao lado de artistas consagrados, o senador falou para uma multidão de mais de 70 mil pessoas que não iria aceitar calado a distribuição desta cartilha que pretendia formar uma universidade de homossexuais. “Vamos promover um ato público na próxima quarta-feira, em frente ao Congresso Nacional para protestar contra esta iniciativa do Ministério da Educação”, ameaçou Malta.

Na terça-feira, ontem, Magno Malta usou a Tribuna do Senado e fez pronunciamento chamando o Ministro da Educação Fernando Addad de mentiroso. “Haddad faltou com a verdade em recente audiência no Congresso Nacional quando escamoteou afirmando que não sabia da produção do já conhecido kit gay”, criticou duramente Magno Malta.

Mas hoje, quarta-feira, Magno Malta recebeu um telefonema do Ministro Haddad convidando a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família Brasileira para uma audiência na próxima terça-feira e garantiu que o Projeto Escola Sem Homofobia está suspenso. “Fizemos pressão, lutamos em defesa da moral, da ética e dos bons costumes. Defendemos aquilo em que acreditamos. Prevaleceu alei do bom senso e a maioria falou mais alto”, explicou Malta.

Magno Malta informou também que a presidenta Dilma garantiu que todo material que versar sobre costumes terá de passar pelo crivo da coordenação-geral da Presidência e por um amplo debate com a sociedade civil. "O governo se comprometeu daqui para frente que todo material que versará sobre costumes será feito a partir de consultas mais amplas à sociedade. É por isso que pedimos audiência pública em todo o Brasil para debater a PL 122”, esclareceu senador Magno Malta.

Para o senador este recuo foi importante, pois agora, a presidenta Dilma vai se reunir com os ministros da Educação, Fernando Haddad, e da Saúde, Alexandre Padilha, para tratar do material didático ouvindo a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família Brasileira. “Vamos participar dos debates e queremos também ouvir todos os setores da sociedade civil. Temos que atravessar a fronteira da religião e chegar ao coração da família para saber o que os pais e filhos pensam da mudança de comportamento que pode afetar toda uma geração”, concluiu Magno Malta.

Fonte: Assesoria de Imprensa
Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS