Notícias

'Brasil precisa reagir', diz Magno Malta sobre ataque a Bolsonaro

Senador do Espírito Santo está a caminho de Juiz de Fora, onde o presidenciável foi hospitalizado

O senador Magno Malta (PR) está a caminho de Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) recebeu uma facada e foi hospitalizado. Em vídeo gravado no trajeto e publicado nas redes sociais dele na tarde desta quinta-feira (06), o senador, candidato à reeleição, menciona quatro vezes a necessidade de "reagir".

"O Brasil está desnudo. Precisamos reagir, ganhar essa eleição no primeiro turno porque querem pará-lo de todo jeito. Vejam... nas vésperas do dia da Pátria. Recebi a notícia agora de Eduardo e Flávio Bolsonaro que ele está passando bem, mas foi esfaqueado. As facadas foram no abdômen. O indivíduo está preso na PF. O Brasil precisa reagir. Nós precisamos reagir porque essa canalhada se juntou para pará-lo de todo jeito", afirmou.

No vídeo de um minuto, ele ainda convoca os apoiadores do presidenciável para que façam orações, depois de dizer, mais uma vez, que "é a nossa hora de reagir".

A assessoria de Magno também distribuiu um áudio com comentários dele sobre o atentado. Na gravação, o senador afirma que o episódio deve servir para que Bolsonaro ganhe a eleição no primeiro turno, pois, caso a disputa seja esticada para uma segunda votação, "eles vão armar" contra o aliado dele.

Magno é um dos principais aliados de Bolsonaro. Foi cotado para ser o vice na chapa, mas optou por concorrer a reeleição. Também tem bom trânsito com o deputado federal e participa de agendas com ele dentro e fora do Espírito Santo.

Fonte: Gazeta online

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS