Notícias

Atire já no primeiro turno

Opinião de Diogo Mainardi no site dele Porta de Privada! Copiei da Internet!

Se acordar no meio da noite e surpreender um intruso na sua casa - e você estiver armado - atire direto no indivíduo, ainda que ele esteja de costas. É isso que as revistas americanas de armas ensinam a seus leitores. Não dê moleza, não hesite. Atire antes. Pois o bandido está preparado e você não. Você tem princípios éticos e humanitários...podendo assim perder segundos vitais. Então ele poderá se voltar e num reflexo, apertar o gatilho de sua arma. E você, babau. Nunca o previna com ordens do tipo “mãos ao alto”. Sua vida está em risco. Não bobeie.

É a mesma situação nas eleições. Não dá para deixar chance para o inimigo...e só atirar nele no segundo turno. Porque aí você já terá perdido seu momento e talvez não possa mais virar o jogo. Ouço pessoas dizerem: "vou no Amoedo, no Alckmin...e no segundo turno voto no Bolsonaro.” Ora, aí então serão todos contra um. Os partidos do Centrão e seus candidatos de esquerda vão-se juntar num rolo compressor e tentar de tudo. Pois eles tem a força descomunal do tempo eleitoral na tv e o dinheiro da corrupção.

Sem falar nas urnas eletrônicas, que o “sistema” conseguiu entronizar contra a nossa vontade. Além disso, muitos do povão serão empurrados para votar no paizinho lula e na mãezinha Dilma. É a ignorância em funcionamento.

Os infelizes nem sabem o que é comunismo e o perigo mortal que representa. Ignoram as desgraças da Venezuela, ficam parados na novela das oito. E são mais suscetíveis aos fake-news, amestrados por muitas eleições fajutas.

Deixar para votar no Bolsonaro e só no segundo turno é...é...quase uma traição contra o Brasil. Temos que jogar o pt fora do ringue já no primeiro round. E começar já a limpeza política que o país precisa desesperadamente.

Fatos não faltam para explicar a crise que nos causa tanto sofrimento. Falta, quem sabe, coragem cívica.

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS