Notícias

CPI dos Maus-tratos infantis presidida por Magno Malta será instalada na quinta-feira

Quem transitar pela Ala Senador Tancredo Neves, no Congresso Nacional, em frente ao gabinete do senador Magno Malta, terá dificuldade para entender o motivo de dezenas de pares de sapatos de crianças, no piso, colocados em harmonia próximo a porta de entrada. “Os sapatinhos foram deixados pelas famílias de crianças que sofreram algum de tipo de violência e lutaram pela instalação da CPI dos Maus-Tratos infantis, que a partir de quinta-feira será uma realidade no Brasil. Vamos adiantar os inquéritos que já apuram crimes contra crianças e adolescentes além de denúncias de abusos, pressões psicológicas e outras violências que ameaçam nossas crianças e jovens”, explicou Magno Malta.

Autor do requerimento solicitando a abertura da Comissão Parlamentar para Investigar maus-tratos contra crianças e adolescentes no Brasil, senador Magno Malta também foi indicado pelo colégio de líderes para assumir a presidência. “Estamos preparados para mais esta missão em defesa de nossas crianças. Minha assessoria tem recebido muitas denúncias e estamos acompanhando vários inquéritos paralisados no Brasil. Esta CPI está muito além de investigar os crimes da internet, pois neste país de grandes dimensões e muita pobreza, as crianças são violentadas em seus direitos e poucos tomam conhecimento”, informou Magno,

A nova CPI terá sete membros titulares e cinco suplentes. Os partidos estão estudando a indicação do nome para ocupar a relatoria. Oficialmente só o cargo de presidente está confirmado. Mas o presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira marcou a instalação para quinta-feira.

Advogadas e psicólogas forenses que trabalham especificamente com inquérito de violência contra crianças, juntamente com familiares das pequenas vítimas, levaram os pares de sapatinhos que estão expostos no corredor da Ala Senador Tancredo Neves. “É um ato simbólico para lembrar o número de crianças vítimas de violências no Brasil, que vem aumentando gradualmente. Trabalho infantil, abuso, violência e exploração sexual, automutilação, suicídio, mais tratos em abrigos e descasos com as crianças e adolescentes indígenas são alvos da CPI”, finalizou Magno Malta.

Assessoria de Imprensa

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS