Notícias

Magno Malta luta pelo debate da redução da maioridade penal na busca de resgatar a vida

Em pronunciamento, durante sessão prolongada na noite de terça-feira, Senador Magno Malta (PR-ES) pediu com veemência a retirada da urgência e ao mesmo tempo solicitou discursão mais ampla na mudança do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA – que trata da do aumento do período de internação para menores de 18 anos condenados por crime hediondo. “trabalho há mais de 36 anos com menores infratores, não faço parte da base de apoio do governo e meu objetivo é priorizar a vida”, reivindicou Magno, a voz pioneira em defesa do anseio popular.

Os senadores, sob forte pressão do governo, inicialmente,concordaram em votar nominalmente o PLS 333/2015, de José Serra, que aumenta o tempo de internação de menores infratores. O Plenário examinará o substitutivo apresentado pelo relator, José Pimentel. Ele alterou a proposta e diminuiu o tempo máximo de internação de dez para oito anos. A matéria foi aprovada em caráter de urgência e volta para Câmara Federal. “Não possibilitaram o debate, não ouviram as vítimas, as entidades e profissionais, ao longo de tantos anos, na comoção, passa a toque de caixa”, lamentou Senador Magno Malta.

Irritado com a manobra da base, perguntou, como oPT junta-se ao partido do Serra, que é oposição para passar uma matéria contra a redução da maioridade penal. Solicitamos um debate com base na ética, em valores da vida e cristã, em defesa da sociedade e de um Brasil melhor, mas vamos continuar com estes homens travestidos de crianças assassinando, estuprando traficando e cometendo crimes hediondos com requinte de crueldade. Ampliar o período de internação só vai formar com mais facilidade os mestres dos crimes. O senador Magno Malta disse que, ao juntar-se à proposta de Serra, o governo manobra para "não haver redução nenhuma" na maioridade penal. Declarando-se o maior apoiador da responsabilização penal de menores de 18 anos, Malta afirmou expressar a opinião do povo sobre a matéria e representar o sentimento de milhões de anônimos que sofreram com crimes praticados por menores.

Assessoria de Imprensa

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS