Notícias

Energia deve ficar mais barata para agricultor

Projeto de decreto legislativo, de autoria do senador Magno Malta (PR), que obriga concessionárias de energia elétrica a instalarem, sem custo, relógios de dupla tarifação para produtores rurais, foi aprovado por unanimidade no Senado, esta semana.

A proposta, agora, será avaliada na Câmara Federal. Atualmente, resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) prevê que atividades rurais de irrigação e aquicultura tenham descontos especiais nas tarifas de consumo de energia. Entretanto, o dispositivo estabelece que os custos para instalação dos relógios de dupla tarifação deve ser assumido pelos produtores.

"Quero revelar ao Brasil que acatei a sugestão de um pequeno agricultor de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, que sofria com o alto custo da irrigação no pequeno plantio. Assim, esta iniciativa vai para todo o País, gerando equilíbrio social e mais riquezas", acentuou Magno Malta.

No Brasil, segundo o senador, a agricultura familiar gera mais de 80% da ocupação no setor rural e responde por sete de cada dez empregos no campo, correspondendo também a cerca de 40% da produção agrícola. "Ao diminuir o custo da energia, com certeza, estaremos também refletindo no preço dos alimentos".

Fonte: Jornal Fato

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS