Notícias

Magno Malta defende o esporte no combate e prevenção às drogas

Para o senador Magno Malta (PR/ES) a pauta sobre drogas deve ser discutida, ainda mais agora, principalmente, com a possibilidade da legalização da maconha no Brasil. “O esporte tem sido eficiente na ajuda para quem usa ou usou drogas. São muitos casos de um jovem que era um talento incrível no esporte e acabou se desviando para o mundo das drogas, estragando uma possível carreira de sucesso.” Com estas palavras, Magno ascende mais uma vez o debate em favor da saúde, da qualidade de vida e em defesa da família
 
Enquanto tramita na Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal o proposta de Legalização do consumo e plantio de maconha no Brasil, Senador Magno Malta mostra outra realidade, com a qual já convive há mais de 35 anos, no Projeto Vem Viver, em Cachoeiro de Itapemirim, que é a recuperação de usuários, com práticas saudáveis, entre elas o esporte. “Eu recomendo às pessoas que procurem se exercitar e gastar as energias. Ao mesmo tempo em que se afastam das drogas, podem cuidar da saúde e ter mais qualidade de vida. Para quem tem vocação, hoje em dia o esporte tem oferecido oportunidade para vários talentos e está crescendo cada vez mais. Se você ficar parado, nada vai acontecer. É preciso lutar para alcançar o objetivo e a maconha desvia do foco”, detalhou Magno.

Magno Malta acrescenta que a família é imprescindível tanto na prevenção ao uso de álcool e outras drogas como no tratamento das dependências. “Na prevenção, é importante que a família promova um vínculo adequado com os filhos, tenha hábitos saudáveis de vida, dê todo o apoio possível aos filhos, mas sempre estabelecendo os limites necessários, e promova atividades conjuntas, como almoçar ou jantar, sair, praticar esportes e lazer”, aconselhou Magno Malta, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família Brasileira.

O objetivo do esporte é contribuir para o desenvolvimento humano em diversos sentidos. “Este é meu intuito, neste momento em que fazem apologia e querem legalizar a maconha, venho com este antigo debate para que as crianças e adolescentes aprendam a viver sem drogas, e que entendam a importância do esporte, que melhora a convivência com a família, com regras e limites. Não tem como falar de educação e prevenção às drogas sem o esporte junto”.

Continuou Magno Malta, “tem parlamentar que pode ficar reconhecido como o Senador que liberou a maconha no País para atender uma minoria e quebrar padrões éticos e morais, mas na minha consciência continuo na luta pela vida, pela dignidade do ser humano e o esporte resgata a alta-estima. Poderia citar muitos drogados que foram recuperados e tornaram campeões, é até comum, mas quantos jovens habilidosos e capazes deixaram de subir ao pódio por causa de um baseado?” Questionou Magno.

“Estou nas ruas recebendo apoio na luta contra a legalização da maconha. Faço esta campanha, pois sei da dor de uma mãe que derrama lágrimas pelo filho viciado. Apresentei um proposta de lei promovendo educação preventiva com esporte no combate às drogas, mas foi vetado, e agora, os mesmo que vetaram o esporte, querem liberar a maconha”, ironizou Magno Malta.

Assessoria de Imprensa

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS