CPI da Pedofilia

Malta: Acordo agilizará punição de envolvidos em pedofilia no Pará

  

O presidente da CPI da Pedofilia, Magno Malta (PR-ES), anunciou ontem ter fechado acordo com a governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, no sentido de que a Secretaria de Segurança daquele estado monte uma força-tarefa para fazer um levantamento de todos os processos e inquéritos que existem hoje no Pará envolvendo abusos contra crianças e adolescentes. A ideia é que as investigações sejam agilizadas.

– Estivemos por três dias no Pará e nunca vi tanta impunidade – afirmou o senador, que visitou o estado no fim de semana para ouvir depoimentos.

Ontem, Magno Malta esteve no Maranhão para encontros com a governadora Roseana Sarney e o presidente do Tribunal de Justiça daquele estado, Raimundo Freire Cutrim. O senador propõe que o Maranhão monte também um grupo especial para agilizar a tramitação de processos que envolvam pedofilia. O parlamentar informou que pedirá ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que seja realizado um mutirão nacional com o objetivo de agilizar a tramitação de processos que envolvam crimes de abusos contra crianças e adolescentes.

Ele também se disse muito feliz com a prisão do ex-prefeito de Coari (AM), Adail Pinheiro, ocorrida ontem, pela Polícia Federal de Manaus. O ex-prefeito responde a processos por corrupção de menores, sonegação de impostos e improbidade administrativa. Segundo Malta, a prisão foi resultado do trabalho da CPI. Para o senador, se a comissão não tivesse ido a Coari e trazido o prefeito para depor em Brasília , o caso poderia ter sido abafado.

Fonte: Jornal do Senado

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS