CPI da Pedofilia

Ameaças a Malta partiram de CG

   
Magno Malta é presidente da CPI da Pedofilia, pela qual morador é investigado Foto: Waldemir Rodrigues/Agência Senado  
A Polícia Federal, em Campina Grande, está em fase de conclusão de um inquérito policial instaurado para apurar a denúncia de ameaça de morte contra o senador Magno Malta (PR-ES). De acordo com o chefe da Delegacia da PF, em Campina Grande, Francisco Leônidas, o procedimento deve ser encaminhado ao Cartório de Distribuição da Justiça Federal, até a próxima semana. O inquérito, segundo Leônidas, está tramitando em segredo de Justiça, o que o impede de emitir mais detalhes sobre o assunto. Mas, ele admite que as ameaças partiram de uma pessoa que mora em Campina Grande.

Informações do Gabinete do senador dão conta de um telefonema feito a Malta, de um celular confidencial de Campina Grande para o 0800. No telefonema, a pessoa ameaçava dar um tiro na cabeça do senador. "Atiro na cabeça dele" seria a frase dita por telefone. Apesar de confidencial, o aparelho foi rastreado e a mensagem gravada. O número pertenceria a um homem de nome Paulo Afonso de Farias, residente em Campina Grande. Ao ser indagado pela Polícia do Senado, ele teria culpado um irmão, identificado por José de Arimatéia Farias, um rapaz com supostos problemas mentais, o qual teria confessado a ameaça.

Família do senador também foi ameaçada

Paulo estaria na mira da PF pelo fato de terem sido apreendidos, no início do ano, em sua casa, dois computadores contendo materiais suspeitos no crime de pedofilia. Por conta do sigilo da investigação, o delegado Francisco Leônidas não confirmou as informações passadas pelo Gabinete de Malta. Magno Malta é o presidente da CPI da Pedofilia. A Comissão Parlamentar de Inquérito, no Senado Federal, está investigando o envolvimento de pessoas no crime contra crianças e adolescentes pela internet. Em Campina Grande, outras pessoas também estão sendo acusadas em um procedimento já concluído pela PF e enviado à CPI da Pedofilia, do Senado Federal. O Gabinete do Senador informou que no início do ano a família do parlamentar também foi ameaçada.

Fonte: O Norte

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS