CPI da Pedofilia

Magno Malta vai convidar Xuxa para denunciar pedófilos no Senado

Magno Malta parabenizou Xuxa pela coragem

Estarrecido com a entrevista concedida pela apresentadora Xuxa Meneghel, vitima de pedófilos na infância, senador Magno Malta (PR/ES) vai oficializar convite para apurar o abuso na Comissão de Direito Humanos e Legislação participativa

Para o senador Magno Malta, depois do desabafo público com revelações sérias, a vida vai ficar mais leve para a “Rainha dos Baixinhos”, Maria das Graças Xuxa Meneguel, estrela da Rede Globo, que descortinou na própria história de vida, um exemplo para milhares de vítimas, que agora podem recorrer à nova Lei Joana Maranhão, que permite adultos denunciarem abusos que sofreram durante a infância e será sancionada em breve pela Presidenta da República.

Magno Malta além de convidar Xuxa para falar na instalação da subcomissão de abusos contra crianças da Comissão de Direitos Humanos pretende solicitar a Presidente Dilma Rousseff que convide-a e também a nadadora Joana Maranhã para o ato de assinatura da sanção da nova Lei votada e aprovada por unanimidade pelo Congresso Nacional, de autoria da CPI da Pedofilia,, presidida pelo senador Magno Malta. “Quero aproveitar esta oportunidade para divulgar a nova lei e despertar o interesse de muitas vitimas que tiveram a alma sufocada na infância e agora podem soltar o grito de esperança no combate aos abusadores de crianças”, disse Magno Malta.

Segundo Magno Malta, as duas jovens, Joana Maranhão abusada pelo técnico de natação e Xuxa, vítima do próprio padrinho, serão referência de coragem e determinação para outras vítimas. “Sei de outros artistas de TV que vão aproveitar a coragem de Xuxa e farão o mesmo, denunciado algozes que mutilaram a infância deixando sequelas emocionais”, acentuou Malta.

Xuxa Meneghel, de 49 anos, revelou na noite deste domingo, em entrevista ao Fantástico, que sofreu abusos sexuais na adolescência. Segundo a apresentadora, os responsáveis pelo crime foram um melhor amigo de seu pai, o noivo de sua avó e um professor. Os abusos terminaram quando Xuxa tinha 13 anos e para a apresentadora podem estar relacionados com a sua dificuldade em encontrar um par ideal para constituir uma família.

Joana Maranhã,quando completou maioridade resolveu denunciar o técnico abusador, mas foi impedida pela justiça e passou a responder processos movidos pelos advogados do técnico. Agora, com o aumento da prescrição da pena, que antes era apenas seis meses, as crianças vitimas de pedófilos terão tempo suficiente para fazer valer a justiça.

“Os algozes da Joana, da Xuxa e de muitas meninas e meninos vão pagar pelo que fizeram.  A Lei Joana Maranhã, junto com a Lei Maria da Penha, fecha um ciclo de impunidade da violência praticada contra as mulheres. Parabéns a Xuxa pela coragem de detalhar sua intimidade em favor das crianças humilhadas, abusadas, estupradas e que tiveram sua infância assassinada por criminosos”, finalizou Magno Malta.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS