CPI da Pedofilia

Ministério Público garante que professor capixaba abusou sexualmente de crianças

Magno Malta recebe inúmeras denúncias de pedofilia em todo o Brasil

Senador Magno Malta (PR/ES) quer rigor nas investigações e já sabe que há provas mais que suficientes para oferecimento de denúncia contra o acusado de pedofilia

A 14ª Promotoria de Justiça Criminal de Vila Velha baseou-se em relatórios de sete profissionais entre psicólogos, assistentes sociais e pedagogos e também em mais de 20 depoimentos para oferecer denúncia e pedir a prisão do professor de educação física, de 27 anos, suspeito de abusar de, pelo menos, 13 crianças com idades de três a cinco anos. O número de vítimas pode ser bem maior.

O Ministério Público concluiu que há provas mais que suficientes para oferecimento de denúncia contra o investigado. O nome dele e da escola onde ocorreram os abusos, de acordo com a promotoria, não podem ser divulgados porque o processo transcorre em sigilo. O pedido de prisão preventiva, sem prazo de carceragem e decretada pela 1ª Vara Criminal de Vila Velha, foi com base na acusação de estupro de vulneráveis – combinados os artigos 217 A, 226 e 71 do Código Penal.

Magno Malta demonstrou indignação com o abuso de um professor do município que tem feito várias campanhas educativas de combate a pedofilia. “Este monstro tem que apodrecer na cadeia”, sentenciou Malta, ex-presidente da CPI da Pedofilia.

Esta semana, o senador recebeu ligação dos jovens coroinhas da cidade Ararapiraca que durante anos foram vítimas de abusos sexuais por parte de religiosos. Após a condenação de três padres, os jovens querem vir até Vitória para demonstrarem gratidão a coragem do senador que deu voz de prisão ao Monsenhor Luiz Marques, home influente na cidade, pedófilo, julgado e condenado.

Quanto às vítimas do professor de Vila Velha, Um dos relatórios, com análises psicológicas dos alunos abusados, remetidos à promotoria, é do Corpo de Psicologia da Vara da Infância e Juventude municipal. Este documento aponta ser impossível a possibilidade de que as crianças tenham sido sugeridas a mentir, em seus relatos aos próprios pais e aos psicólogos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS