CPI da Pedofilia

Magno Malta, Demóstenes, Toninho, Kiko, Lindinalva, Janete e Casé, consolidam-se como liderança nacional no combate á pedofilia

Pesquisa realizada com os internautas do maior portal de combate a pedofilia, e goza de credibilidade em todo o Brasil, reconheceu à expressão nacional das seguintes lideranças, senadores, Magno Malta, Demóstenes Torres, Kiko do KLB, presidente da ONG MT contra a Pedofilia, vereador Toninho do Gloria, promotores Lindinalva Rodrigues, Casé Fortes, coordenadora da sala da mulher da AL MT, Janete Riva.

O prestigio do senador Malta, mesmo com a simplicidade de homem público de base popular, reservou-lhe cadeira cativa no almoço oferecido pela presidente Dilma Rousseff ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama e sua família, no dia 20 de março, no terraço do Palácio Itamaraty, contou com a presença do líder do Partido da República no Senado, Magno Malta. Obama apertou a mão do senador e o cumprimentou pela CPI da Pedofilia: “foi um grande marco da política social em defesa das crianças em todo o mundo”, disse o presidente dos EUA diretamente para Magno Malta.

“Recebo este reconhecimento com humildade, estou apenas sendo coerente com o aprendizado que recebi da minha família. Tenho minhas bandeiras de lutas, são causas sociais em defesa da minoria, do povo sem voz na sociedade e dos marginalizados, por isso, fico até surpreso de um portal tão importante divulgar o resultado verdadeiro desta pesquisa. Minha perseverança continua cada vez mais aflorada. Sonho por um Brasil justo com igualdade social e sem a hipocrisia da elite, que tomas as decisões sob efeito de bebida alcoólica e não abre espaço para os talentos que nascem em berços simples. Este quadro tem que mudar. Meu enfrentamento tira o sono de muitos elitizados em MT e motiva os humildes a ocuparem o mesmo espaço. Todos sabem que o sol é para todos”, destacou Toninho do Gloria que recentemente sofreu discriminação racial porte de um policial militar em MT, onde condição racial do parlamentar foi determinante para a abordagem.

A esposa do ativista, Zildinei Betânia, disse que quando passou por homem branco, um médico, entre outros, o policial A Costa não perguntou o nome, a profissão, aonde ia e o que ia fazer, não mandou ninguém levantar a camisa, não mandou nenhum branco colocar mão na cabeça. Quando chegou até ao meu esposo, começou a abordagem humilhante e truculenta e discriminatória."Porque não fez com nenhum branco esse tipo de coisa.

Toninho destacou que os internautas foram justo na votação ao colocar o nome da Janete Riva e da Lindinalva Rodrigues como agentes de combate à pedofilia mais atuantes do país, pois elas têm o reconhecimento em MT como as maiores expoente na luta contra apedofilia, e agora elas se consolidam como liderança nacional. O ativista que é um profundo admirador do trabalho da Janete fez uma viagem e demonstrou que em 2009 no momento mais difícil da família Riva,quando injustamente ela foi preso, ele disse que sentia como se alguém tivesse tirado a sua graça e em troca, deixasse a uma profunda tristeza. Toninho destacou que tem um alerta do Google com o nome “Riva”. Não só dele, mas de todos os deputados estaduais, federais. Como cadastrei apenas “Riva”, recebo informações de Janete Riva também. Logo, ao logo do tempo, venho acompanhando sua trajetória. Janete é uma pessoa tão especial para o Mato Grosso, que se metade das mulheres fosse como sua pessoa, nosso Estado estaria completamente diferente. Além de ser uma ótima mãe – não que eu assisto, mas que fico sabendo – Janete é uma excelente esposa, que sempre acompanha seu esposo por onde ele anda na luta de dias melhores para o Mato Grosso e na luta por dias melhores para as mulheres do Estado. Se alguém procurar no Google por “Janete Riva”, verá que, antes desse mal-entendido, Janete vem ao longo dos anos, prestando serviços a comunidade do Estado, na luta contra a pedofilia, na luta contra a exploração da mulher e sempre fazendo a política de melhoria para a classe feminina do Estado. Janete Riva é sinônimo de competência. A exemplo, posso citar o último evento que a mesma realizou junto com seu esposo José Riva. Janete e Riva organizaram uma grandiosa audiência contra a pedofilia, tendo como convidado, o respeitado senador Magno Malta. Tal audiência foi uma das mais proveitosas dos últimos tempos, sendo reconhecida pelo senador Magno Malta, ao parabenizar o casal pelo grandioso evento. Janete Riva é uma mulher guerreira, batalhadora, aguerrida e ao mesmo tempo, uma mulher com um enorme coração, que fez e que faz, mulheres sonharem por dias melhores. Janete é assim: Bela, bonita, respeitada, honrada, mãe. Uma mãe que mesmo estando longe, deixou seu companheiro para fazer companhia para as filhas em uma noite triste e fria. Naquela noite, foi uma noite que todos quer esquecer. Noite fria, calada, onde várias famílias, no leito de seu lar, rezam um Pai Nosso para a família Riva. Este dia, ficou marcado na história de Mato Grosso. Sendo considerado um dos dias mais tristes do Estado. Carlos José e Silva Fortes, promotor em Minas Gerais intercâmbio no tema, e tem conversado com profissionais que integram a rede de combate a esse tipo de crime que macula a vida de crianças e adolescentes, muitas vezes silenciosamente. Casé foi membro do Grupo de Apoio Técnico da Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado - CPI Permanente da Pedofilia.

Lindinalva Rodrigues Dalla Costa é promotora de Justiça do Estado de Mato Grosso;Titular da 15ª Promotoria Criminal, Especializada no Combate à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Cuiabá-MT;Coordenadora das Promotorias Especializadas no Combate à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Cuiabá-MT;Coordenadora da Comissão de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher do Grupo Nacional de Direitos Humanos do Conselho Nacional de Procuradores Gerais de Justiça do Brasil;

Auxiliar do Senado Federal, onde comparece semanalmente para colaborar com a elaboração da cartilha e palestra de capacitação da campanha nacional preventiva de violência no âmbito familiar, uso de drogas e pedofilia;Escritora e Palestrante de âmbito nacional, na área de violência de gênero; direitos humanos das mulheres; violência doméstica contra mulher e Lei Maria da Penha.

“O Kiko tem uma visão social muito aguçada. (…) Há dois anos e meio, eu me sentei com os meninos [além de Kiko, os irmãos Leandro e Bruno compõem a banda KLB], com o Kiko principalmente, e disse a ele: ‘Olha, há dois dramas terríveis no Brasil: o primeiro é o abuso de crianças’.”

“E o KLB é um desses instrumentos de massa e de boa referência, porque esses meninos não são drogados, esses meninos não são bêbados. Esses meninos vivem debaixo da autoridade de pai e mãe” ele é um grande parceiro e porque não dizer o primeiro na contra a pedofilia no Brasil, emendou o senador capixaba.http://www.mt24horasnews.com.br/2012/01/magno-malta-demostenes-toninho-kiko.html

Fonte: Ariquemes Online

Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS