CPI da Pedofilia

Magno Malta participa de audiência contra a pedofilia em GO



 
  
O Senador Magno Malta participou no último dia 12, da audiência pública de combate a pedofilia, que aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, promovida pelo deputado estadual Fábio Sousa (PSDB).

Estiveram presentes representantes do Ministério Público, da delegacia responsável pela proteção da criança e do adolescente, da Polícia Federal, além de deputados, vereadores e conselheiros tutelares e o relator da CPI, senador Demóstenes Torres.

Para o deputado Fábio Sousa, o evento teve um significativo debate porque entre os delitos sexuais contra criança, a prática da pedofilia virtual coloca Goiás em primeiro lugar no ranking entre os Estados com maior número de casos registrados no País. Através da instauração de inquéritos pela Polícia Federal, constata-se que o Estado é responsável por 22% desse número. Na sequência aparecem o Rio de Janeiro, com 14%, e São Paulo, com 11%.

Magno Malta apostou na aprovação de penas mais rigorosas para os autores de crimes sexuais. “Queremos que as penas cheguem a 30 anos, caso haja morte da vítima entre 0 e 14 anos de idade, e de dez anos para aqueles que praticam a manipulação genital, que hoje não é crime no Brasil. Fechando o ciclo, queremos aprovar a Lei Joana Maranhão, que dará à vítima o direito de denunciar seu abusador o dia em que ela achar melhor.”, declarou.
 
 
 
 
 

 
Fonte: Assessoria de Imprensa
Brasília-DF // Esplanada dos Ministérios - Senado Federal - Ala Tancredo Neves, Gabinete 57
Telefone: +55 61 3303-4161/1656
E-mail: magnomalta@senador.gov.br

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADE
CONECTE-SE A NÓS